<iframe src="https://www.googletagmanager.com/ns.html?id=GTM-K5W3JCC" height="0" width="0" style="display:none;visibility:hidden">

Distrofias Hereditárias da Retina (DHRs)

Saiba tudo sobre esse grupo de doenças oculares raras: desde os sintomas até onde encontrar ajuda especializada.

Tratamento das distrofias hereditárias da retina (DHRs)

Publicado por: Novartis on 21/06/2020 12:55:00

Atualmente, não há cura para as distrofias hereditárias da retina (DHR). Devido à complexidade genética dessas condições, os sintomas podem ser muito semelhantes, mas os diagnósticos genéticos diferentes, o que exige tratamentos específicos para abordar a causa de cada tipo da doença.1,2 Com isso, não há atualmente um tratamento comum para todas as DHRs. O médico oftalmologista deve orientar sobre a melhor forma de acompanhamento de acordo com os sintomas e as características genéticas da doença, levando em consideração a gravidade ou quanto da visão já foi afetada.1,2

Para todas as DHRs, o tratamento tem como objetivos:1

  • retardar a progressão da DHR
  • evitar possíveis complicações
  • criar estratégias para melhorar o uso da visão residual
  • até restaurar alguma visão, quando possível

Como parte do tratamento, pessoas com DHRs devem:


    • Se consultar frequentemente com oftalmologista especializado em retina ou genética: ser monitorado regularmente garante que não haja complicações adicionais, como catarata e edema macular.3,4

    • Evitar a luz solar: o uso de óculos de sol é útil para proteger a retina da luz ultravioleta.4

    • Ter uma dieta saudável e equilibrada: uma dieta saudável está associada a diminuição de risco de desenvolvimento de muitas doenças.5

    • Parar de fumar: já se sabe que o tabagismo causa danos oxidativos à retina. Portanto, qualquer pessoa com DHR deve evitar ou parar de fumar.4

  • Consultar um especialista em baixa visão: existem médicos oftalmologistas especializados nos cuidados com pacientes que têm baixa visão. Esses profissionais podem ajudar a maximizar o potencial da visão residual com óculos, lupas ou outros instrumentos podem facilitar a vida de quem tem DHR.3




Referências:
1. Vázquez-Domínguez I, Garanto A, Collin RWJ. Molecular Therapies for Inherited Retinal Diseases-Current Standing, Opportunities and Challenges. Genes (Basel). 2019;10(9):654.
2. Khan NW, Falsini B, Kondo M, Robson AG. Inherited Retinal Degeneration: Genetics, Disease Characterization, and Outcome Measures. J Ophthalmol. 2017;2017:2109014. doi:10.1155/2017/2109014
3. Houston Consultants retina. Inherited Retinal Diseases. Disponível em https://www.houstonretina.com/treatment/retina-conditions/inherited-retinal-diseases. Acesso em abril de 2020.
4. Lions Eyes Institute. Retinal Dystrophy. Disponível em https://www.lei.org.au/services/eye-health-information/retinal-dystrophy/. Acesso em abril de 2020.
5. Royal National Institute of Blind People. Nutrition and the eyehttps://www.rnib.org.uk/eye-health/looking-after-your-eyes/nutrition-and-eye. Acesso em abril de 2020.

Assunto: Diagnóstico e tratamento